Seca: Pernambuco decreta emergência em 35 municípios

O Governo de Pernambuco reconheceu hoje o estado de emergência em 26 municípios do agreste e do sertão devido à seca e revalidou a emergência em outros nove, num total de 35 municípios. Sessenta e um municípios destas duas regiões decretaram estado de emergência, sendo que 41 já foram reconhecidos no âmbito estadual. Destes, apenas três tiveram a confirmação no âmbito federal: Ipubí, no sertão, e São Bento do Una e Pesqueira, no agreste. De acordo com a secretaria estadual de Produção Rural, a perda da lavoura varia de 50% no sertão do Pajeú a 90% no sertão do Araripe. No agreste, cerca de 60% da lavoura está perdida. Em 100 municípios pernambucanos o governo estadual está atendendo, desde abril, a 50 mil famílias que não estão dispondo de abastecimento d´água com 239 carros-pipa, ao custo de R$ 600 mil/mês. Só com o reconhecimento federal do estado de emergência decretado no município por perda de lavoura e baixa capacidade do manancial hídrico é que o município passa a ter prioridade nos programas voltados para a seca.

Agencia Estado,

22 Outubro 2003 | 18h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.