Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Se política econômica não mudar, PT acaba, diz Requião

Ou o governo Luiz Inácio Lula da Silva muda a política econômica, ou o PT será arrasado nas eleições municipais de outubro, inviabilizando o partido para o futuro. É o que pensa o governador peemedebista do Paraná, Roberto Requião, ao expor suas idéias em entrevista ao Canal Livre, da Rede Bandeirantes. Contudo, Requião acredita que, mais cedo do que se pensa, essa política será alterada, só que será uma mudança bem pensada para evitar o pânico na bolsa."É evidente: ou muda a política econômica, ou acabou uma fase do PT no Brasil. Será uma desgraça para o País e a sepultura das nossas esperanças. Se não mudar a política econômica este ano, a derrota do PT nas urnas será fragorosa", declarou.O governador paranaense fez ironia com a atuação do ministro da Fazenda, Antonio Palocci. "A impressão que eu tenho, é que o Palocci quis mostrar que o Fernando Henrique só estava fazendo besteira mesmo. Então, ele aprofundou a política econômica conservadora para nos jogar no atoleiro, definitivamente." Sua conclusão é que o presidente irá reconhecer o erro. "Aí, vai começar o governo do PT", afirmou.Apoio a LulaRequião deixou claro, porém, que mantém sua aliança com o Palácio do Planalto. "Sou um admirador do Lula, acho que o governo está errado e acho que os amigos leais não são os que concordam, mas o que fazem críticas para colaborar com a mudança (dos rumos)."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.