Se olhasse para pesquisa não seria senador, diz Mercadante

O pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, disse que não se baseia em pesquisa eleitoral, antes do início da campanha. "Se olhasse para pesquisa eu nunca teria sido senador da República", disse, ao comentar o resultado da pesquisa Datafolha/Rede Globo para o governo paulista,divulgada nesta quinta-feira. O tucano José Serra obteve 52% das intenções de voto, e manteve o favoritismo para vencer no primeiro turno, enquanto que Aloizio Mercadante foi escolhido por 15 dos entrevistados.Mercadante acredita que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva será reeleito no primeiro turno, conforme indica a pesquisa CNT/Sensus, divulgada ontem, e isso o ajudará na campanha em São Paulo no segundo turno. Mercadante esteve em Araraquara, na região de Ribeirão preto, na noite de hoje, participando de um debate com estudantes da Unip e reunido com militantes do partido.Mercadante mostrou-se convicto de que irá superar Serra da disputa estadual. "Estou motivado, me preparei, quero ser, vou disputar e vou vencer a eleição em São Paulo, e aqui ele (Serra) nem precisa renunciar, porque eu ganho dele no segundo turno", disse o senador do PT, apostando na desmotivação do tucano da disputa. Para Mercadante, Serra só demonstrou interesse em ser presidente, não em prefeito de São Paulo ou governador. "Acho que ele (Serra) recebeu essa possibilidade mas como um prêmio de consolação do que como um projeto político."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.