"Se mexer no teto, temos de mexer no chão", diz petista

O deputado Walter Pinheiro (PT-BA) vai defender na reunião da bancada do PT na Câmara, marcada para a tarde desta quarta-feira, alterações de alguns pontos da reforma da Previdência, já que os líderes dos partidos e o presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), estão negociando com o Poder Judiciário mudança no subteto salarial dos desembargadores para atender à reivindicação dos magistrados. "Ao negociar com o andar de cima, obrigatoriamente tem de abrir negociação com o andar de baixo. Se mexer no teto, temos de mexer no chão", argumentou Pinheiro. O deputado defende mudanças nos dispositivos do parecer do relator, José Pimentel (PT-CE), que tratam das pensões, das regras de transição, da taxação dos inativos, dos fundos de pensão e de um texto mais claro sobre a integralidade dos salários dos atuais servidores públicos e da paridade (extensão aos inativos dos reajustes salariais dos servidores da ativa).

Agencia Estado,

30 de julho de 2003 | 14h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.