Scalco será novo secretário-geral da Presidência

O presidente da Itaipu Binacional, Euclides Scalco, aceitou o apelo feito pelo presidente Fernando Henrique Cardoso para que assumisse a Secretaria-Geral da Presidência da República - cargo com status de ministério - no lugar do deputado Arthur Virgílio (PSDB-MA), que irá se desimcompatibilizar para disputar cargo eletivo. Scalco disse que, no encontro com FHC, não conversou sobre a linha que o presidente quer dar ao cargo nestes últimos meses de governo. Scalco disse que seu substituto em Itaipu será um dos atuais diretores. O ministro-chefe da Casa Civil, Pedro Parente, que acumula interinamente o ministério das Minas e Energia, disse que o novo titular da pasta de Energia será escolhido em breve, e que a condição estabelecida pelo presidente é de que seja alguém que possa, tal como Scalco, exercer a função em tempo integral. Parente disse que não saberia dar informações sobre substituições em outros ministérios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.