Sayad negocia limite para pagar empreiteiras

O secretário municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico de São Paulo, João Sayad, pode autorizar uma nova rodada de pagamentos da dívida, estimada entre R$ 65 milhões e R$ 75 milhões, que a Prefeitura tem com construtoras e empreiteiras. De acordo com o presidente da Associação Paulista dos Empresários de Obras Públicas (Apeop), Paulo Roberto de Godoy, deve ser estabelecido valor limite para o pagamento. Godoy reuniu-se no fim da tarde de ontem com Sayad."Ainda não há nenhum critério de forma de pagamento definido. Mas uma linha de corte deve ser estabelecida e os credores que estiverem dentro dela receberão o pagamento", afirmou Godoy. Segundo ele, outras reuniões com Sayad ainda serão necessárias para se chegar a uma solução definitiva. "Até o final do mês teremos um quadro mais definido", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.