Saúde suspende venda água mineral Frade e lingüiça Seara

A Secretaria de Saúde do Rio determinou hoje a suspensão da venda do lote 3.163 da água mineral sem gás, marca Frade, fabricada em 12 de junho deste ano e com validade até a mesma data de 2004. O produto é engarrafado por Seamil ? Sociedade Exploradora de Águas Minerais, de São José do Frade, município de Itapemirim (ES). Análises realizadas pelo laboratório Noel Nutels revelaram que o lote da água mineral apresentava larvas e parasitas. Também foi interditada a lingüiça de pernil suíno, marca Seara, de Santa Catarina. O alimento foi fabricado em 11 de junho deste ano e com prazo de validade até oito de outubro próximo. Amostra do produto analisada pelo laboratório central Noel Nutels indicou presença da bactéria salmonella. O microorganismo pode provocar infecção alimentar. A secretaria também suspendeu a venda do orégano da marca Chinezinho, embalado por Vitalis Indústria de Alimentos, do Rio. O condimento tem prazo de validade até 31 de julho de 2004. As amostras analisadas apresentaram resultados insatisfatórios quanto a os índices de coliformes fecais. As informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.