Saúde investe R$ 1,5 milhão em bancos de olhos

O ministro da Saúde, José Serra assinou portaria que vai financiar a criação de 30 bancos de olhos em todo o País, com investimentos da ordem de R$ 1,5 milhão. "Com isso, a gente vai aprimorar os transplantes de córneas. Essa é uma área crucial, na qual vale a pena o esforço", disse o ministro. O objetivo do programa é que cada unidade capte ao menos uma córnea por dia, para atender à lista única de transplantes dos Estados. Dessa forma, o número de transplantes, que hoje é de 2.500 por ano, aumentaria em quatro vezes, para 10 mil ao ano. Além disso, a estimativa é de que a lista de espera para o recebimento de córneas seja extinta em dois anos. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem o segundo maior volume de transplantes de córnea no mundo. Os recursos a serem aplicados no programa são do próprio Ministério da Saúde. Ao todo, o governo federal pagará R$ 340,00 por córnea processada. Caso o banco seja responsável pela captação e retirada das córneas, poderá receber cerca de R$ 360,00 adicionais. Ainda segundo o Ministério, o País tem hoje 15,7 mil brasileiros na lista de espera por um transplante desse tipo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.