Satiagraha: Protógenes chega à CPI para depor

O delegado Protógenes Queiroz já está na Câmara dos Deputados para prestar depoimento na CPI dos Grampos sobre a Operação Satiagraha, que ele comandou, na qual foram presos e depois soltos o sócio-fundador do Grupo Opportunity, Daniel Dantas, o investidor Naji Nahas e o ex-prefeito paulistano Celso Pitta. Protógenes está aparentemente mais magro, sem barba e, segundo integrantes da Comissão, deverá pedir que a audiência seja secreta. O delegado tentou adiar o seu depoimento, alegando que estava fazendo um curso na Academia Nacional de Polícia, mas o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Menezes Direito, negou o pedido, considerando o argumento do delegado irrelevante.O delegado foi afastado da Operação Satiagraha pela cúpula da PF no mês passado. Oficialmente, sua saída se deu em razão de um curso de aperfeiçoamento na Academia Nacional de Polícia, em Brasília. Mas nos bastidores setores da própria PF e do governo avaliaram que ocorreram excessos na operação, que acabou provocando a prisão de 18 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.