Satiagraha: PF abre três novos inquéritos contra Nahas

Relatório de 113 páginas da corporação que aponta suposta ligação dele com o banqueiro Daniel Dantas

AE, Agência Estado

11 de agosto de 2009 | 09h45

A Polícia Federal (PF) abriu três novos inquéritos contra o investidor Naji Nahas. O ponto de partida da apuração é um relatório de 113 páginas da corporação que aponta suposta ligação dele com o banqueiro Daniel Dantas, alvo maior da Operação Satiagraha. A PF suspeita que Nahas, "mediante fraudes", teria envolvimento em esquema de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, crimes falimentares e ocultação e dissimulação de valores provenientes de delitos financeiros por meio da disseminação de capitais.

Os três inquéritos tratam de ocorrências diversas. O primeiro diz respeito ao caso Telecom Itália, que apura pagamentos no exterior recebidos por Nahas por serviços prestados à empresa de telefonia, "bem como eventual envolvimento criminoso de agentes políticos em favor dos interesses do grupo em torno da mudança do controle acionário da Brasil Telecom".

O segundo inquérito apura o envolvimento de Nahas na constituição de uma refinaria de petróleo no Ceará mediante "a utilização de offshore e sociedade de fachada". Já o terceiro diz respeito à investigação sobre o relacionamento entre Nahas e Gilbert Chagoury, acusado pela Suíça do desvio de US$ 600 milhões dos cofres da Nigéria, durante o governo do general Sani Abacha (1993-1998). "Suspeita-se que Nahas possa estar envolvido na lavagem desse dinheiro ilícito", aponta a PF. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
SatiagrahaPFNaji NahasDaniel Dantas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.