Sarney pode se candidatar à presidência do Senado

O senador José Sarney (PMDB-AP) poderá atender ao apelo feito hoje por um grupo de senadores e aceitar candidatar-se à presidência do Senado. O encontro dos líderes do PMDB, Renan Calheiros (AL), e do PPS, Paulo Hartung (ES), juntamente com o primeiro-secretário do Senado, Carlos Wilson (PPS-PE), com Sarney foi acertado ontem à noite, depois de uma avaliação de que o nome do ex-presidente da República seria o único a resolver o impasse em torno da sucessão de Jader Barbalho (PMDB-PA), que na semana passada anunciou que deverá renunciar hoje à presidência do Senado. Sarney ficou de dar uma resposta ainda hoje e, ao mesmo tempo, Paulo Hartung vai procurar partidários do PT com objetivo de superar as resistências ao nome do senador do Amapá. "Tenho o dever de buscar a pacificação no Senado, neste momento conturbado", disse o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, que foi indicado pela cúpula do PMDB, mas encontrou resistências em setores de seu próprio partido e em outras legendas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.