Sarney pede a parlamentares que evitem "clima passional"

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), fez hoje um apelo aos parlamentares para que evitem "passionalizar e politizar problemas que não ajudam o País". A declaração se refere à proposta da bancada do PT de se criar uma CPI ampla que investigue todas as denúncias de corrupção envolvendo o financiamento das campanhas eleitorais.Para Sarney, é necessário manter "uma certa maturidade" para enfrentar problemas dentro da normalidade democrática. "Qualquer retórica que possa existir no sentido de retaliação desse problema, se colocado num clima passional, não serve ao País nem ao Congresso. Devemos ter um pouco de paciência nessas coisas", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.