AE
AE

Sarney lança blog e quer tirar perfil falso no Twitter do ar

Segundo assessoria, senador vai lançar 'blog da Presidência' e nega ter criado perfil no Twitter

Andréia Sadi, do estadao.com.br,

19 de junho de 2009 | 15h19

O presidente do Senado, José Sarney, vai lançar um blog da presidência da Casa, mas ainda não há uma data confirmada para a sua estreia. O site trará notícias institucionais ligadas à presidência e será atualizado diariamente. A informação foi confirmada ao estadao.com.br por sua assessoria de imprensa. "Não é um blog do Sarney, é da presidência. É uma ferramenta de comunicação", informaram.

 

O blog ainda está em fase de testes e além de uma repórter, que já está confirmada, contará com o apoio da mesma equipe de assessoria de imprensa de Sarney.  "Vai ter pensamento político dele, coisas relativas ao exercício do mandato, mas a ideia ainda está sendo amadurecida", contou um outro assessor.

 

Também na internet, circula um perfil de Sarney no Twitter, que conta com mais de dois mil seguidores e tem a sigla do PMDB, partido do senador, como banner na página. No entanto, a sua assessoria alega que a página é falsa e quer tirá-la do ar. "Alguém está investigando para saber quem é (que criou). Vamos pedir para tirar do ar porque estão usando o nome do presidente indevidamente é falsidade ideológica. Vamos procurar qual o procedimento usado nestes casos para pedir parar retirar a página".

 

Ainda segundo sua equipe de comunicação, Sarney não tem planos de se tornar adepto do Twitter, assim como fez o governador de São Paulo e pré-candidato à Presidência em 2010, José Serra (PSDB).

 

O Palácio dos Bandeirantes confirmou  que o perfil  de Serra é verdadeiro. Foi criado pelo próprio governador. Antes disso, o nome de Serra aparecia em dez perfis falsos, a maioria com referências à possível candidatura do tucano à Presidência em 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
José SarneyTwitterblog

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.