Sarney evita falar com jornalistas em almoço no Itamaraty

Ao ser pedida uma avaliação sobre a censura ao 'Estado', senador se negou a dar qualquer declaração

Leonencio Nossa, de O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2009 | 13h58

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) não quis falar com os jornalistas ao chegar ao Palácio do Itamaraty para o almoço oferecido pelo governo brasileiro ao presidente de Serra Leoa, Ernest Bai Koroma. Ao ser pedida uma avaliação sobre a censura ao jornal O Estado de S.Paulo e sobre o custo político do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para apoiá-lo, Sarney disse que não falaria. "Eu não vou fazer avaliação, nem declaração", afirmou Sarney.

 

Há 19 dias, o desembargador Dácio Vieira, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios proibiu o jornal de publicar reportagens da Operação Faktor, mais conhecida como Boi Barrica,acolhendo recurso do empresário Fernando Sarney, filho do senador.

Tudo o que sabemos sobre:
José SarneycensuraLulaItamaraty

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.