Sarney deixa Senado para visitar esposa em hospital

O presidente do Senado, José Sarney, entregou na noite de hoje o comando do plenário, onde está sendo votado o projeto de lei do salário mínimo, à primeira vice-presidente da Casa, Marta Suplicy.

ROSA COSTA, Agência Estado

23 de fevereiro de 2011 | 19h58

Sarney deixou a sessão para atender à sua mulher Marly Sarney, que em casa levou uma queda e atingiu o rosto. Segundo a assessoria do senador, há suspeita de que dona Marly fraturou o nariz. Ela foi conduzida ao Hospital Sarah Kubitschek, para onde também foi o senador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.