Sarney defende fim da CPI do Banestado

O presidente do Senado, José Sarney, defendeu a votação o quanto antes do relatório final da CPI do Banestado, previsto para hoje mas suspensa para iniciar a sessão deliberativa do plenário do Senado. Segundo ele, a comissão tem um prazo final e seria muito difícil prorrogá-lo agora que os trabalhos do Congresso estão em grande parte concentrados na votação do orçamento. "Acho que toda a comissão deve terminar seus trabalhos e seria bom se a CPI do Banestado terminasse hoje", defendeu. "Essa comissão foi conduzida de uma maneira muito passional e seria bom que terminasse hoje porque deveríamos ter tido uma comissão mais racional que não atingisse tanto a imagem do Congresso e não permitisse tantas especulações", defendeu Sarney. "De maneira que seria bom que ela concluísse seu trabalho acabando de uma vez por todos com essa discussão", ponderou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.