Sarney critica excesso de MPs do governo Lula

O presidente do Senado, José Sarney, afirmou hoje que existe um excesso de medidas provisórias no governo Lula. "Realmente, o problema (do número) de medidas provisórias está inflacionando a legislação brasileira e temos de encontrar uma solução para isso", disse Sarney. Ele lembrou que o excesso de MPs foi o tema do discurso que fez na abertura dos trabalhos legislativos, em fevereiro deste ano. Ontem, o presidente da Câmara, João Paulo Cunha, também criticou a quantidade de medidas provisórias editadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, alertando que esse excesso está prejudicando os trabalhos do Legislativo. A declaração de hoje do presidente do Senado, foi ao entrar no plenário da Câmara com o presidente da Casa, João Paulo Cunha, para participar da sessão solene em homenagem ao sesquicentenário da ferrovia no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.