Sarney confirma que é candidato a presidente do Senado

Constrangido, Garibaldi, que teve que retirar sua candidatura pela unidade do PMDB, acompanhou anúncio

Vannildo Mendes, de O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2009 | 14h44

O senador José Sarney (PMDB-AP) confirmou nesta quarta-feira, 28,  sua candidatura à presidência do Senado. "A partir deste momento sou candidato à presidência do Senado. Resolvi aceitar o apelo das principais lideranças do meu partido, em prol da unidade. Não poderia deixar de atender a convocação em prol da governabilidade do meu país e de oferecer minha experiência no momento de crise mundial que afeta todos os países e que também pode atingir o Brasil", afirmou Sarney, depois de almoço na casa do atual presidente do Senado, Garibaldi Alves, com senadores e lideres do PMDB.   Veja também: PT admite traições a Temer se Sarney vencer Entenda a disputa no Congresso  A sucessão dos presidentes do Senado    Opine: Quem vai ganhar no Senado e na Câmara?   Constrangido, Garibaldi, que teve que retirar sua candidatura pela unidade do PMDB, acompanhou a entrevista ao lado de Sarney." Não percam tempo comigo", afirmou Garibaldi aos jornalistas que cobravam uma declaração dele.   Sarney disse que seria desejável que o senador Tião Viana (PT-AC) retirasse a sua candidatura em prol da unidade da base aliada do governo , mas acha que não cabe a ele, Sarney, fazer esse tipo de apelo, mas sim aos líderes dos partidos. Sarney disse que só anunciaria sua candidatura depois da reunião da bancada no próximo domingo, mas decidiu antecipar o anúncio para hoje.

Tudo o que sabemos sobre:
José Sarneysucessão no Senado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.