São Roque já enfrenta falta d?água

O baixo nível dos reservatórios está prejudicando o abastecimento dos 70 mil habitantes de São Roque, na região de Sorocaba. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) foi obrigada a suspender o fornecimento por períodos de até 12 horas nos últimos dias por causa da dificuldade em manter a captação no volume necessário. A região central e os bairros Goianã e Gabriel Piza são os mais afetados. A Sabesp pode adotar o racionamento se não chover nos próximos dias. Segundo o gerente Moacir Francisco de Souza, os rios Sorocamirim, Canguera e Junqueira, onde existem pontos de captação, estão baixando rapidamente. O reservatório do Canguera tem menos da metade da água que deveria conter nesta época. No Sorocamirim, o uso do líquido para irrigação de lavouras está afetando a captação. O racionamento já foi adotado em Itu há 10 dias. A distribuição de água está sendo suspensa 6 horas por dia em toda a cidade, através de rodízio. A prefeitura alega falta produtos para tratar a água, mas os reservatórios estão muito baixos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.