São Caetano lidera índice de riqueza em São Paulo

A cidade de São Caetano do Sul foi a primeira colocada no Índice de Desenvolvimento Econômico Equilibrado (Idee), um indicador lançado nesta quarta-feira que procura medir o volume de riquezas por habitante de 55 cidades do Estado de São Paulo. O novo medidor (veja tabale abaixo) foi elaborado pelo recém-criado Instituto de Estudos Metropolitanos (Ieme). ?Verificamos essa riqueza e se ela está chegando na população ou não?, explica o diretor-executivo da Target Marketing e Pesquisas, Marcos Pazzini, um dos criadores do Idee. Os municípios reunidos no estudo concentram 70% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado de São Paulo. A cidade de Paulínia ficou em segundo lugar, seguida por Santos, Campinas, São Paulo, São Bernardo do Campo, Jundiaí, Barueri. Ribeirão Preto e Santo André. A última colocada no ranking foi Itaquaquecetuba. ?Reunimos um conjunto de informações sobre a população de cada um desses municípios?, afirma Pazzini. De acordo com o jornalista Daniel Lima, um dos fundadores do Ieme, o índice deve ser visto como um instrumento de apoio a políticas públicas. ?O que a gente pretende é estabelecer referenciais numéricos, com base em dados oficiais, para sabermos exatamente onde está o calcanhar-de-aquiles de cada cidade?, esclarece.Segundo ele, o instituto foi criado para pensar as regiões metropolitanas. O Idee reúne cinco quesitos. O primeiro deles, o Índice de Potencial de Consumo, representa a soma das riquezas acumuladas em cada cidade. Em seguida vem o Valor Adicionado, que identifica o volume de recursos criados pela atividade industrial. Também é considerado como indicador de desenvolvimento o acesso a computadores, medido no Mapa de Inclusão Digital. No cálculo do Idee estão incluídos ainda o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Imposto Sobre Serviços (ISS). Não entra na avaliação, no entanto, nenhum indicador social. ?Isso foi proposital?, ressalta Lima. ?Deixamos para uma segunda etapa, porque quisemos colocar os nossos holofotes na área econômica.? De acordo com ele, o instituto estuda a criação de um medidor que reúna as duas áreas. No segundo semestre, o Ieme planeja divulgar também um outro indicador, chamado de Índice de Eficiência Municipal. O diretor de Desenvolvimento Econômico da prefeitura de São Caetano do Sul, Jerson Ourives, achou o resultado do Idee como uma agradável surpresa. ?Esse índice é talvez uma das sementes mais importantes jogadas na região com relação a um trabalho futuro?, acredita. ?Vai contribuir de forma decisiva para que os gestores públicos possam ter mais ferramentas.? A cidade mantém-se em primeiro lugar também no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).1. São Caetano do Sul72,592. Paulínia66,083. Santos58,604. Campinas52,015. São Paulo49,456. São Bernardo do Campo47,247. Jundiaí47,048. Barueri46,089. Ribeirão Preto45,1710.Santo André44,1611. São José dos Campos42,7312. Americana42,7013. Jaguariúna41,6314. São José do Rio Preto41,1615. Piracicaba40,0816. Bauru39,9217. Araraquara39,5718. Rio Claro39,2319. Sorocaba39,0220. São Carlos38,4921. Botucatu37,4222. Indaiatuba36,8223. Taubaté36,7924. Presidente Prudente36,4625. Itu35,7026. Cotia35,6827. Araras34,5328. Araçatuba34,4129. Cubatão33,9830. Marília33,6131. Osasco33,2832. Limeira33,0433. Louveira33,0034. São Sebastião32,7835. Mogi das Cruzes32,4436. Bragança Paulista32,4037. Jacareí32,1438. Guarulhos30,6339. Mogi-Guaçu29,9340. Franca29,0341. Pindamonhangaba28,8642. Praia Grande28,5743. Taboão28,2644. Santa Bárbara d?Oeste27,7645. Cajamar27,7246. São Vicente27,1847. Guarujá26,3848. Sumaré26,3149. Diadema25,8350. Suzano25,7951. Mauá25,4752. Hortolândia25,3053. Carapicuíba22,7454. Embu21,1155. Itaquaquecetuba17,61

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.