São bem poucos os sinais da greve no coração de Brasília

O primeiro dia de greve dos servidores públicos começou sem qualquer transtorno na Esplanada dos Ministérios. Os funcionários públicos estão trabalhando normalmente, embora em alguns lugares o comando de greve tenha estacionado carros de som para mobilizar o funcionalismo. Um dos carros está localizado diante do prédio do Ministério da Fazenda e outro, do outro lado da Esplanada, na direção do Ministério da Agricultura. Até as 11h30 não havia incidente e tampouco piquetes para impedir o acesso dos funcionários aos Ministérios. No ministério do Planejamento, que acompanha o movimento grevista, a secretaria de Recursos Humanos não tinha ainda informações sobre o número de adesões dos funcionários. Segundo técnicos do Ministério, somente mais tarde será possível haver uma avaliação do primeiro dia de greve, que, até o momento, não mobilizou a categoria.No Congresso, um grupo de manifestantes estava gritando palavras de ordem contra a reforma da Previdência, por volta das 11h30. Os funcionários do legislativo e do Tribunal de Contas da União não farão greve. A liderança dos servidores da Câmara e do Senado decidiu por uma paralisação somente no dia em que a proposta de reforma da Previdência for votada na Comissão Especial e uma paralisação mais intensa no momento em que a proposta for levada à plenário. O governo, segundo líderes da base aliada, mantém a posição de tranquilidade em relação ao movimento grevista.

Agencia Estado,

08 de julho de 2003 | 11h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.