Santander do Brasil critica filial nos EUA por rebaixar o Brasil

O presidente do Grupo Santander Banespa, Gabriel Jaramillo, disse hoje que ficou indignado com a recomendação, da unidade do Santander em Nova York, na semana passada, de que seus clientes diminuíssem investimentos no Brasil devido às incertezas no cenário político, o que teria provocado o aumento do risco Brasil. "Fiquei indignado com essa situação por todos os brasileiros, pois, independente de candidato, o Brasil tem um fundamento forte na democracia e estamos anunciando novos negócios aqui, como abertura de uma agência e de um call center", disse.Para Jaramillo, a opinião da unidade do Santander nos Estados Unidos é independente e isso não atrapalhará os planos do banco no Brasil. "Temos um compromisso com o Brasil e estamos mostrando isso", disse o presidente do Santander Banespa, que, no tradicional Theatro Pedro II, assinou um convênio de parceria com a prefeitura de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, para a liberação de R$ 618 mil que serão usados na restauração do Palace Hotel, que será transformado no Centro Cultural Palace, com várias oficinas e eventos culturais voltados para a comunidade local. Além disso, Jaramillo anunciou que Ribeirão Preto terá o terceiro call center do Grupo Santander Banespa - os outros estão localizados em São Paulo e em Porto Alegre - até o final do ano. O novo call center, que atenderá os clientes do banco no interior paulista (estimativa de 1 milhão de ligações mensais), vai criar 300 empregos diretos e deverá custar US$ 5 milhões."É uma nova oportunidade de mostrar o nosso compromisso com Ribeirão Preto, com São Paulo e com o Brasil", disse Jaramillo, acrescentando que o crescimento do banco "é bom", sem citar números. O Banespa abriu, em 29 de abril, no bairro Ipiranga, a sexta agência em Ribeirão Preto, com capacidade para atender 3 mil clientes. Ainda na cidade, na semana passada, o banco recebeu R$ 80 milhões em propostas de financiamento durante a 9ª edição da Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow), o que representa um avanço de 30% em relação aos negócios do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.