Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sandovalina ficará sem serviços municipais por 2 dias

O prefeito de Sandovalina, Divaldo Pereira de Oliveira (PMDB) baixou decreto no fim da tarde de hoje, fechando por dois dias (terça e quarta-feira) a Prefeitura e as repartições municipais. A medida foi tomada sob a alegação de risco de colapso nos serviços essenciais por causa de um acampamento do Movimento dos Sem-Terra (MST) com 1.500 pessoas instalado na cidade. O segundo dia do fechamento coincide com o feriado de 9 de Julho. Mesmo assim, segundo o prefeito, os serviços prestados em regime de plantão estarão suspensos. O decreto inclui o transporte de alunos e o funcionamento das escolas, que são municipalizadas. No setor de saúde serão atendidas apenas as emergências; Ao ser informado do risco de intervenção, Oliveira disse que está cumprindo o seu dever. "É uma medidad preventiva para evitar o caos, principalmente na saúde". Ele contou que o governo do Estado tinha prometido liberar pelo menos uma cota de remédios para o município. "Esperei a tarde toda, a confirmação da remessa, mas não houve". Oliveira vai comparecer à reunião com o secretário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.