Saída de Tápias não afeta exportações, diz economista

O economista Roberto Iglesias, da Funcex, disse que a saída do ministro Alcides Tápias, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, não deve ter consequências sobre as exportações do País.Segundo ele, as vendas externas hoje independem da atuação ministerial e estão diretamente relacionadas a fatores como a desaceleração da economia norte-americana, a crise argentina e o racionamento energético.Iglesias considera a administração de Tápias à frente do ministério razoável e não vê razões técnicas ou administrativas para a sua saída. A expectativa do economista é que o embaixador Sérgio Amaral dê continuidade aos programas específicos para o comércio exterior do ministério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.