SAIBA MAIS-STF abre ação penal contra os 40 do mensalão

Após cinco dias e mais de 30 horas dejulgamento, o Supremo Tribunal Federal concluiu nestaterça-feira o exame da denúncia do caso do mensalão e decidiuabrir ação penal contra todos os 40 acusados peloprocurador-geral da República, Antonio Fernando Souza. O ex-ministro José Dirceu, acusado pelo procurador de tersido "chefe de uma organização criminosa" responderá peloscrimes de corrupção ativa e formação de quadrilha, junto com osex-dirigentes petistas Delúbio Soares e José Genoino. O empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, articuladorfinanceiro do esquema, responderá pelos crimes de corrupçãoativa, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, evasão dedivisas e peculato. * Veja a seguir a lista de réus e os crimes de que sãoacusados. Entre parênteses está o número de vezes em que oacusado teria praticado o crime, segundo dados do STF. = Anderson Adauto, ex-ministro dos Transportes: lavagem dedinheiro (16) e corrupção ativa (2); = Anita Leocádia, ex-assessora do deputado federal PauloRocha: lavagem de dinheiro (7); = Antonio Lamas, irmão de Jacinto Lamas: formação dequadrilha (1) e lavagem de dinheiro (1); = Ayanna Tenório, ex-vice-presidente do Banco Rural: gestãofraudulenta de instituição financeira (1), lavagem de dinheiro(65), formação de quadrilha; = Bispo Rodrigues (Carlos Rodrigues), ex-deputado federaldo PL: corrupção passiva (1) e lavagem de dinheiro (2); = Breno Fischerg, sócio na corretora Bonus-Banval: formaçãode quadrilha (1) e lavagem de dinheiro (11); = Carlos Alberto Quaglia, dono da empresa Natimar: formaçãode quadrilha (1) e lavagem de dinheiro (7); = Cristiano Paz, sócio de Marcos Valério: corrupção ativa(11), peculato (6), lavagem de dinheiro (65), formação dequadrilha, evasão de divisas; = Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT: corrupção ativa (9)e formação de quadrilha; = Emerson Palmieri, ex-tesoureiro informal do PTB:corrupção passiva (3) e lavagem de dinheiro (10); = Enivaldo Quadrado, dono da corretora Bonus-Banval:formação de quadrilha (1) e lavagem de dinheiro (11); = Geiza Dias, auxiliava Simone, ex-diretora da SMP&B:lavagem de dinheiro (65) e corrupção ativa (9), formação dequadrilha, evasão de divisas; = Henrique Pizzolato, ex-diretor de marketing do Banco doBrasil: peculato (5), corrupção passiva (1), lavagem dedinheiro (1); = Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do PL (hoje PR): formação dequadrilha (1), corrupção passiva (1) e lavagem de dinheiro(40); = João Cláudio Genu, ex-assessor da liderança do PP:formação de quadrilha (1), corrupção passiva (3) e lavagem dedinheiro (15); = João Magno, ex-deputado federal petista: lavagem dedinheiro (4); = João Paulo Cunha, deputado federal (PT-SP): corrupçãopassiva (1), lavagem de dinheiro (1), peculato (2); = José Borba, ex-deputado federal, foi líder do PMDB:corrupção passiva (1), lavagem de dinheiro (6); = José Dirceu, ex-ministro-chefe da Casa Civil: corrupçãoativa (9), formação de quadrilha; = José Genoino, deputado federal (PT-SP), ex-presidente doPT: corrupção ativa (6), formação de quadrilha; = José Janene, ex-primeiro-tesoureiro do PP: formação dequadrilha (1), corrupção passiva (1) e lavagem de dinheiro(15); = José Luiz Alves, ex-chefe de gabinete de Anderson Adautono Ministério dos Transportes: lavagem de dinheiro (16); = José Roberto Salgado, vice-presidente do Banco Rural:gestão fraudulenta de instituição financeira (1), lavagem (65),formação de quadrilha, evasão de divisas; = Kátia Rabello, dona do Banco Rural: gestão fraudulenta deinstituição financeira (1), lavagem de dinheiro (65), formaçãode quadrilha, evasão de divisas; = Luiz Gushiken, ex-ministro da Secretaria de Comunicaçãoda Presidência da República: peculato (4); = Marcos Valério Fernandes de Souza: corrupção ativa (11),peculato (6), lavagem de dinheiro (65), formação de quadrilha,evasão de divisas; = Paulo Rocha, ex-deputado federal (PT-PA): lavagem dedinheiro (8); = Pedro Corrêa, ex-deputado federal pelo PP: formação dequadrilha (1), corrupção passiva (1) e lavagem de dinheiro(15); = Pedro Henry, deputado federal (PP-MT): formação dequadrilha (1), corrupção passiva (1) e lavagem de dinheiro 15); = Professor Luizinho, ex-líder do governo na Câmara:lavagem de dinheiro (1); = Ramon Hollerbach, sócio de Marcos Valério: corrupçãoativa (11), peculato (6), lavagem de dinheiro (65), formação dequadrilha, evasão de divisas; = Roberto Jefferson, ex-deputado federal pelo PTB,denunciou o esquema: corrupção passiva (1) e lavagem dedinheiro (7); = Rogério Tolentino, sócio de Marcos Valério: lavagem dedinheiro (65), corrupção ativa (3), formação de quadrilha; = Romeu Queiroz, ex-deputado federal pelo PTB: corrupçãopassiva (1) e lavagem de dinheiro (4); = Silvio Pereira, ex-secretário-geral do PT: formação dequadrilha; = Simone Vasconcelos, ex-diretora da agência SMPB: lavagemde dinheiro (65), corrupção ativa (9), formação de quadrilha,evasão de divisas; = Valdemar Costa Neto, deputado federal (PR-SP): formaçãode quadrilha (1), corrupção passiva (1) e lavagem de dinheiro(41); = Vinicius Samarane, diretor do Banco Rural: gestãofraudulenta de instituição financeira (1), lavagem de dinheiro(65), formação de quadrilha, evasão de divisas; = José Eduardo Cavalcanti de Mendonça (Duda Mendonça),publicitário do PT: lavagem de dinheiro (53), evasão dedivisas; = Zilmar Fernandes Silva, sócia de Duda Mendonça: lavagemde dinheiro (53), evasão de divisas; * Denúncias rejeitadas pelo STF: = Ayanna Tenório: evasão de divisas; = Delúbio Soares: peculato (4); = José Dirceu: peculato (4); = José Genoino, deputado federal (PT-SP): peculato (4) ecorrupção ativa (3); = Silvio Pereira: peculato (4) e corrupção ativa (4); = Marcos Valério: falsidade ideológica; = Rogério Tolentino, sócio de Marcos Valério: corrupçãoativa (8), peculato (6), evasão de divisas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.