SAIBA MAIS-Rio não tem favoritos após 15 anos de domínio do PFL

Há 15 anos sob domínio do PFL,agora DEM, a cidade do Rio de Janeiro tem uma eleição semfavoritos claros até o momento. O cenário político ainda estáem movimento até as convenções, mas os principais partidoscomeçam a se definir. Pela última pesquisa do Datafolha, Marcelo Crivella (PRB) eJandira Feghali (PCdoB) dividem a preferência dos eleitores,com 19 por cento e 16 por cento das intenções de voto,respectivamente, no cenário que mais se aproxima do que seconfigura no momento. A margem de erro da pesquisa é de 4pontos percentuais. Veja os candidatos e as alianças dos principais partidos: PRB -- MARCELO CRIVELLA Partido sem nenhuma tradição política na cidade, o PRBabriga o senador e bispo da Igreja Universal Marcelo Crivella,que vem liderando as pesquisas até o momento. Crivella contacom mais eleitores na camada de menor escolaridade da populaçãoe tem se beneficiado da presença constante ao lado dopresidente Luiz Inácio Lula da Silva no lançamento das obras doPrograma de Aceleração do Crescimento (PAC) no Rio. Com apoio do PTB, terá três minutos de televisão no horárioeleitoral gratuito. PCdoB -- JANDIRA FEGHALI Jandira Feghali quase se elegeu senadora pelo Rio deJaneiro nas últimas eleições. Um conflito com a Igreja católicapor conta da defesa do aborto lhe causou algum desgaste, massua presença política é forte na cidade. Entre os candidatos deesquerda, parece a mais consistente. Terá o apoio do PTN e,talvez, do PDT. PMDB Iria apoiar o PT, reproduzindo a aliança a nível nacional,mas decidiu pela candidatura própria. Convenção no próximo dia22 decide quem será o candidato. Os mais cotados são oex-tucano Eduardo Paes, que deixou a Secretaria Estadual deTurismo, Esportes e Lazer para poder concorrer, e o deputadofederal Marcelo Itagiba, ex-secretário estadual de Segurança nogoverno Rosinha Garotinho. PV-PSDB-PPS -- FERNANDO GABEIRA Com eleitorado cativo na zona sul carioca, o deputadofederal Fernando Gabeira se lança à Prefeitura, agora com oapoio dos tucanos e do PPS, o que lhe dá um pouco mais devisibilidade. Gabeira foi candidato a governador do Rio, peloPT, em 1986, quando obteve 8 por cento dos votos. DEM -- SOLANGE AMARAL Partido hegemônico nas últimas quatro eleições, o ex-PFLoptou pela candidatura da deputada federal Solange Amaral, quevem tendo desempenho semelhante ao de Gabeira nas pesquisas deintenção de voto, em torno de 9 por cento. PT -- ALESSANDRO MOLON Sem o apoio do PMDB, o PT pretende manter candidaturaprópria, com o deputado estadual Alessandro Molon. Seudesempenho nas pesquisas têm sido fraco, não passando de 1 porcento nas intenções de voto. Tradicionalmente, o partido tem umdesempenho fraco nas eleições locais no Rio. PSOL -- CHICO ALENCAR O deputado federal Chico Alencar tem eleitorado cativo nacidade. Ex-integrante do PT, Chico Alencar teve 6 por cento deintenção de votos na última pesquisa Datafolha, o que o deixatecnicamente empatado com Solange Amaral, Fernando Gabeira eEduardo Paes. (Reportagem de Mair Pena Neto)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.