SAIBA MAIS-Em Belo Horizonte, eleição depende da aliança PT-PSDB

Com a indefinição sobre umapossível coligação entre PT e PSDB em torno da chapa encabeçadapor Márcio Lacerda (PSB), as eleições para a prefeitura de BeloHorizonte estão num impasse. Articulada pelo atual prefeito Fernando Pimentel (PT) epelo governador Aécio Neves (PSDB), a aliança entre os doispartidos rivais está ameaçada pelo veto da Executiva nacionalpetista. O diretório municipal do PT se reúne no sábado paradefinir sua posição. Apesar da proximidade do prazo final para o registro dascoligações, a única candidatura já definida, com exceção deLacerda, é a do PCdoB, que vai lançar a deputada federal JôMoraes. Veja a seguir como estão se posicionando os principaispartidos: PSB-PSDB -- MÁRCIO LACERDA Ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do governo AécioNeves, Márcio Lacerda (PSB) encabeça a chapa que tem o apoio doPSDB e busca a adesão do PT. Aécio Neves já afirmou que o PSDBparticipará formalmente da coligação, que tem o apoio do atualprefeito Fernando Pimentel, do PT. PT Parte do partido apóia a aliança com o PSDB em torno dacandidatura de Márcio Lacerda, tendo como vice o deputadoestadual petista Roberto Carvalho. Outra corrente defende aposição da Executiva Nacional, de lançar candidatura própria,com os nomes de Roberto Carvalho, do também deputado estadualAndré Quintão ou do ex-deputado Rogério Correia. PMDB O partido vai lançar candidatura própria, que será definidana convenção que ocorre no domingo. Os principais nomes são osdo deputado estadual Sávio Souza Cruz e do deputado federalLeonardo Quintão. As negociações para uma coligação, segundo umdos dirigentes do partido em Minas, dependem da escolha, já queSouza Cruz é mais progressista, enquanto Quintão tende mais aocentro. O projeto do partido é fazer o maior número possível deprefeitura em Minas Gerais para fortalecer a candidatura doministro das Comunicações, Hélio Costa, para o governo doestado em 2010. PCdoB -- JÔ MORAES A deputada federal Jô Moraes é a pré-candidata do partido,que mantém negociações para formar uma coligação com o PRB dovice-presidente José Alencar e o PTB, que poderiam indicar ovice. O PCdoB conversa ainda com outras legendas menores, comoPTdoB, PTC e PSPC, e só definirá seu quadro de alianças naconvenção marcada para o dia 29. PV Com três pré-candidatos à prefeitura, o partido negocia como DEM uma possível aliança. Um dos nomes é o do vice-prefeitoda capital, Ronaldo Vasconcelos, além dos deputados estaduaisDélio Malheiros e Antônio Roberto. Mas o partido faz parte dabase de apoio do governo Aécio Neves (PSDB) e, segundo opresidente do Diretório Estadual, o deputado federal JoséFernando Aparecido de Oliveira, também não está descartada umaparticipação na aliança em torno da candidatura de MárcioLacerda (PSB). DEM Sem muita expressão na cidade, tende a formar aliança com oPV, podendo tentar indicar o cabeça de chave, com o deputadoestadual Gustavo Valadares sendo o mais cotado. A definição sedará na convenção do partido, marcada para o dia 22. (Reportagem de Marcelo Portela)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.