Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Russomanno registra 32% das intenções de voto e mantém liderança

Candidato do PRB à Prefeitura de SP oscila 3 pontos para baixo, segundo pesquisa Datafolha; Haddad (PT) diminui a vantagem em relação a Serra (PSDB), que cai mais um ponto

O Estado de S.Paulo

12 de setembro de 2012 | 07h59

O candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, obteve 32% na pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira, 12. Russomanno oscilou negativamente 3 pontos porcentuais em relação à pesquisa anterior. Serra, que vem registrando queda nas últimas pesquisas, caiu mais 1 ponto e obteve 20%. O candidato Fernando Haddad (PT) cresceu 1 ponto em registrou 17%.

 

Como a margem de erro é de 3 pontos porcentuais para mais ou para menos, o cenário é de empate técnico entre Serra e Haddad. Na sondagem anterior, Russomanno obteve 35% das intenções de voto, contra 21% de Serra. Haddad registrou 16%.

 

Quando os eleitores foram questionados em quem votariam, mas sem ver a lista dos candidatos, a preferência por Russomanno também registrou queda, de 25% para 22%. É a primeira variação negativa do candidato do PRB desde dezembro, de acordo com os dados do instituto.

 

 

Gabriel Chalita (PMDB), que antes tinha 7%, subiu para 8%. Soninha (PPS), manteve 5%; Giannazi (PSOL) e Paulinho (PDT) permaneceram com 1%. A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 10 e 11 de setembro e ouviu 1.221 pessoas. O número de registro no TRE-SP é 00800/2012.

 

Em um eventual segundo turno, Russomanno venceria Serra e Haddad. Em relação ao tucano, a vantagem do candidato do PRB seria de 27 pontos percentuais, 1 ponto a menos se comparada à pesquisa anterior. Já contra o petista, a vantagem seria de 23 pontos, 3 a menos do que o registrado no último levantamento.

 

Se o segundo turno fosse entre Haddad e Serra, o petista venceria com 46% dos votos, contra 39%. Na pesquisa da semana passada, a vantagem de Haddad sobre o tucano era de 9 pontos.

 

Rejeição. O índice de eleitores que não votariam em Serra subiu de 42% para 46%. A rejeição a Russomanno também cresceu, de 12% para 16%, e a de Haddad  aumentou um ponto, para 19%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.