Paulo Liebert/AE
Paulo Liebert/AE

Russomanno nega irregularidades em rádio que opera no interior de SP

Segundo Ministério das Comunicações, rádio não está sob concessão do nome registrado; candidato nega que haja denúncia

Ricardo Chapola - O Estado de S. Paulo,

10 de agosto de 2012 | 14h01

O candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, negou nesta sexta-feira, 10, irregularidades na rádio que opera em Leme, no interior do Estado, registrada em outro nome no Ministério das Comunicações. A Rede Brasil FM 101,1 foi declarada pelo ex-deputado à Justiça Eleitoral, porque disse ter arrendado parte dela com parentes. A rádio está sob concessão da Amazônia Comunicações, empresa do médico de Cametá João Batista Silva Nunes, de cujo tio, segundo Russomanno, é parente.

"Não tem denúncia. A minha família é do Pará. O João Batista é do Pará, são laços de família, não existe isso. O que existe é um contrato de arrendamento para eu tocar a rádio. Existe uma empresa aberta para eu poder contratar funcionário e poder emitir nota fiscal. Isso aí é bobagem", disse em visita ao Mercado Municipal.

De acordo com o Ministério das Comunicações, em matéria da Folha de S. Paulo, não há processo de pedido de autorização de transferência da concessão da Amazônia Comunicações para a Rede Brasil ou que esta exerça algum controle sobre a rádio Leme.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.