Russomanno defende usuário do SUS em horário político

O candidato do PRB a prefeito de São Paulo, Celso Russomanno, repetiu no programa eleitoral da TV, exibido nesta segunda-feira das 13h às 13h30, o modelo do quadro "Patrulha do Consumidor", que apresentava na televisão até o início da campanha. Ele foi às ruas buscando usuários do sistema público de saúde que teriam sido mal atendidos e os acompanhou até um posto de saúde para cobrar explicações dos responsáveis. "Cheguei aqui às 8h58 de ontem e só fui atendido às 13h30", reclamou um usuário. "Vamos tomar providências. Só mais alguns meses para a gente mudar isso", prometeu o candidato.

GUILHERME WALTENBERG, Agência Estado

17 de setembro de 2012 | 14h42

Os candidatos do PSDB, José Serra, e do PT, Fernando Haddad, deixaram os ataques de lado e apresentaram programas propositivos. O programa petista mostrou cenas dos comícios realizados por Haddad ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ex-prefeita Marta Suplicy no sábado. O discurso do candidato focou em temas como a descentralização da cidade com incentivo fiscal e o gasto inteligente dos impostos arrecadados. Foi repetido o quadro em que a presidente Dilma Rousseff pede votos ao candidato dizendo que ele é "ousado, mas tem os pés no chão".

No programa de Serra, o governador Geraldo Alckmin também ressaltou o fato de Serra ter "os pés no chão". "O Serra é o único (candidato) que não inventa moda. Ele é sério e tem os pés no chão", disse Alckmin.

Gabriel Chalita, do PMDB, repetiu programa anterior, propondo facilitar a vida de quem pretende abrir um negócio próprio. Soninha Francine (PPS) apresentou um poema, dizendo que é possível mudar a cultura política de São Paulo. Paulinho da Força, do PDT, disse que irá descentralizar a cidade caso eleito em outubro.

O candidato do PRTB, Levy Fidelix, afirmou que irá reduzir o preço da passagem de ônibus de R$ 3 para R$ 2 e aumentar a duração da validade do Bilhete Único de três para seis horas. O candidato do PSOL, Carlos Giannazi, disse que privilegiará a construção de creches se for eleito.

Eymael (PSDC) levou seu jingle para a televisão num ritmo de marchinha de carnaval e apresentou eleitores repetindo o nome do candidato. Ana Luiza, do PSTU, criticou os três candidatos que lideram as pesquisas de intenção de votos - Russomanno, Serra e Haddad. Anaí Caproni (PCO) criticou a administração atual, de Gilberto Kassab (PSD), e Miguel Manso (PPL) propôs novas maneiras de recolher o lixo em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPhorário eleitoralTV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.