Rússia confirma primeiro caso de Sars

A Rússia confirmou hoje o primeiro caso da Síndrome Respiratória Severa Aguda (SARS, na sigla em inglês) em uma cidade próxima da fronteira com a China. "Considerando as análises clínicas, recebemos a informação nesta manhã do primeiro caso de SARS em território russo", declarou a porta-voz de um dos principais epidemiologista russos, Gennady Onishchenko. O homem diagnosticado com a doença vive em um hotel em Blagoveshchensk, às margens do Rio Amur, que divide a fronteira do país com a China. O hotel é ocupado, principalmente, por chineses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.