Ruralistas ameaçam chefe da Funai

O clima de tensão em Juína (MT), em razão da reavaliação das terras dos índios enawene-nawe, é "preocupante". A constatação é do chefe da Funai na cidade, Antônio Ferreira de Aquino. Segundo ele, a sede da fundação foi invadida no fim de agosto por fazendeiros contrários à ampliação das terras indígenas. "Eles deixaram mensagem de que, se houver demarcação, servidores e indígenas terão problemas." O prefeito Hilton Campos nega tensão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.