Rumor de prisão leva Garotinho a pedir habeas-corpus no STJ

Ex-governador do Rio se sentiu ameaçado e antecipou pedido, que foi recusado pelo órgão nesta sexta

Andréia Sadi, do estadao.com.br,

28 de março de 2008 | 16h12

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho entrou com pedido de habeas-corpus preventivo no Supremo Tribunal de Justiça (STJ) devido a rumores de que poderia ter a prisão decretada por suposto envolvimento com a Operação Telhado de Vidro, da Polícia Federal, que resultou no  afastamento de Alexandre Mocaiber (PSB) da prefeitura de Campos. O pedido  de Garotinho foi negado em caráter liminar nesta sexta-feira,28, segundo a assessoria do órgão.   "A ministra Laurita Vaz negou imediatamente o pedido porque não há acusação, ele não foi acusado de nada. Ele ouviu boatos de que poderia ser preso e se sentiu ameaçado", disse a assessoria ao estadao.com.br.     A Operação Telhado de Vidro desarticulou uma quadrilha envolvida num esquema de fraudes em licitações e superfaturamento de obras, para a contratação de pessoal terceirizado para a prefeitura e shows superfaturados na cidade de Campos, no Rio. Entre os 14 presos estão secretários municipais, o procurador-geral do município e empresários. A pedido do Ministério Público Federal, a Justiça determinou o afastamento do prefeito.

Tudo o que sabemos sobre:
Anthony Garotinhohabeas-corpusSTJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.