Rui Falcão: decisão temporária sobre Genoino preocupa

O presidente nacional do PT, o deputado estadual Rui Falcão, afirmou nesta quinta-feira, 21, que "a temporariedade" da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em conceder prisão domiciliar ao ex-presidente do partido, José Genoino, preocupa o dirigente. "A concessão é temporária, mas deveria ser definitiva visto o estado de saúde e até a necessidade de internação dele. Genoino deveria ser colocado em prisão domiciliar", disse Falcão.

GUSTAVO PORTO, Agência Estado

21 de novembro de 2013 | 19h21

Ele comentou ainda e considerou grave as denúncias de envolvimento de políticos do PSDB nas investigações sobre suposta formação de cartel dos trens em São Paulo. "As denúncias devem ser apuradas com o mesmo rigor com o que outras são tratadas, já que são citados três governadores do PSDB", disse o dirigente. Indagado se o rigor pedido deveria ser o mesmo aplicado ao caso do mensalão, Falcão desconversou. "Eu desconheço o mensalão", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
MensalãoGenoinoFalcão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.