RS e o DF são campeões de consumo de bebida alcoólica

O Rio Grande do Sul e o Distrito Federal são os campeões no consumo de bebida alcoólica do País. É o que mostra a Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE. A média entre os gaúchos é de 9,84 litros anuais por pessoa, enquanto na capital federal chega a 9,45. Eles ficam 70% acima da média nacional, de 5,67 litros per capita por ano. Enquanto o Rio Grande do Sul ganha no consumo de vinho (2,4 litros per capita), o Distrito Federal vence na cerveja (8,35 litros). A pesquisa se refere sempre ao consumo dentro de casa e não contabiliza a bebida em bares e restaurantes. Comprar bebida alcoólica para degustar em casa é um hábito dos brasileiros mais ricos, mostra a pesquisa. Nas famílias com renda familiar de até R$ 400 mensais, o consumo é de um litro per capita anual, enquanto naquelas com mais de R$ 3 mil mensais, o consumo é 15 vezes maior. O técnico do IBGE Edilson Silva acredita que a própria estruturação do Distrito Federal, com população vinda de outros Estados, gera o hábito de se fazer reuniões em casa. Além disso, destaca o técnico, o Distrito Federal tem o maior rendimento médio, comparado aos estados do País. Além do Distrito Federal, os principais Estados consumidores de cerveja nos domicílios são Rio de Janeiro (7,209 litros), Rio Grande do Sul (6,858 litros), Mato Grosso do Sul (6,702 litros), São Paulo (6,610 litros) e Paraná (6,491 litros). AguardenteNo caso da aguardente de cana, Sergipe desponta com a maior aquisição domiciliar per capita anual, de 0,420 litro. Nos Estados da Região Sul aparecem elevadas taxas para a bebida: Rio Grande do Sul (0,380 litro), Santa Catarina (0,360 litro) e Paraná (0,340 litro). Já no Estado de Minas Gerais, conhecido como fornecedor de "pinga" de boa qualidade, exportada inclusive para o resto do País, o consumo per capita local é de apenas 0,320 litro. No Rio Grande do Sul, que reúne as maiores vinícolas do País, o vinho representa 24% do consumo da bebida alcoólica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.