RS debate plano de defesa contra aftosa

O conselho gestor do Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fesa) do Rio Grande do Sul estará reunido hoje, a partir das 15h30, para debater um plano de defesa sanitária para o Estado. O encontro de hoje dará continuidade à discussão que começou em 19 de abril, na primeira reunião que tratou do assunto. Favorável à vacinação preventiva do rebanho contra a febre aftosa, o governo estadual apresentou às entidades que integram o conselho do Fesa, no primeiro encontro, um plano para imunizar o gado na eventualidade de esta medida ser adotada. Por esta estratégia, o rebanho gaúcho de cerca de 13 milhões de cabeças de gado poderia ser vacinado no prazo de 30 dias.Na madrugada do último sábado, técnicos da secretaria apreenderam 18 bovinos sem Guia de Trânsito de Animais na região noroeste do Estado, perto da fronteira com a Argentina. Como não foi possível comprovar a origem do carregamento, os animais foram sacrificados. O Estado mantém 25 barreiras sanitárias móveis, quatro fixas e 130 técnicos na operação de vigilância da fronteira argentina contra a aftosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.