Rossetto diz que liberação de verbas vai acalmar MST

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, afirmou que a promessa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de liberar mais R$ 1,7 bilhão para garantir o assentamento de 115 mil famílias neste ano vai acalmar o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), que ameaçou infernizar o País em abril com uma avalanche de invasões. "Não tenho a menor dúvida de que vai haver calma", respondeu. Rossetto não admitiu, porém, que o governo cedeu às ameaças do MST e de seu líder João Pedro Stédile, que anunciaram uma série de invasões por todo o País. "Os R$ 1,7 bilhão não estavam no orçamento porque o Plano Nacional de Reforma Agrária foi concluído depois da votação da lei orçamentária", disse o ministro, ao deixar uma reunião com o núcleo agrária do PT, na Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.