Roseana Sarney é alvo dos candidatos de oposição

Líder nas pesquisas de intenção de voto, a atual governadora e candidata à reeleição do governo do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), foi o alvo dos dois principais candidatos de oposição que disputam a corrida estadual.

EUGÊNIA LOPES, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 00h22

Tanto Flávio Dino, do PC do B, como o ex-governador Jackson Lago, do PDT, tentam levar a eleição no Maranhão para o segundo turno. Para se defender das acusações que seu grupo político, apesar de comandar há décadas o Maranhão, não fez nada pelo Estado, Roseana se valeu de seu cabo eleitoral, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Há dez anos não tínhamos o Lula como presidente", disse a governadora. Ela aproveitou ainda para renegar sua parceria com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. No período em que foi governadora, entre 1996 e 2004, Roseana foi aliada do tucano. "O Fernando Henrique não olhava para o Maranhão como o Lula olha", alegou.

O debate entre cinco candidatos ao governo maranhense foi morno. Os candidatos do PSOL, Saulo Arcangeli , e do PSTU, Marcos Silva, atacaram todos os candidatos. Do lado de fora da repetidora da TV Globo do Maranhão, que pertence ao grupo Sarney, foi montado um forte esquema de segurança, que teve até tropa de choque da Polícia Militar. Centenas de partidários de Flávio Dino e Roseana Sarney tomaram conta das ruas ao redor da televisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.