Roseana recorre contra multa aplicada pelo TRE-MA

Decisão do TRE é por propaganda eleitoral em local proibido durante a campanha para as eleições de 2006

AE, Agencia Estado

17 Janeiro 2008 | 15h00

A senadora Roseana Sarney (PMDB-MA), líder do governo no Congresso, recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o pagamento da multa de R$ 2 mil aplicada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) por propaganda eleitoral em local proibido durante a campanha para as eleições de 2006. Na ocasião, Roseana foi derrotada na disputa pelo governo do Estado. Na época, ela ainda estava no PFL (atual DEM).De acordo com o TRE-MA, Roseana afixou placas no passeio público, o que é proibido pelo TSE. Roseana argumenta que as placas foram colocadas na parte interna do estacionamento à frente do seu comitê eleitoral, portanto fora do passeio público. A senadora alega ainda que não foi notificada pelo juiz de fiscalização eleitoral para retirar as placas, pois a comunicação fora enviada ao seu gabinete no Senado e não ao seu advogado junto à Justiça Eleitoral. As informações são da assessoria de imprensa do TSE.

Mais conteúdo sobre:
TRE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.