Roseana está "refletindo" sobre candidatura à presidência

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PFL), disse hoje ao presidente nacional do partido, senador Jorge Bornhausen (PFL-SC), queestá "refletindo" sobre a possibilidade de sair candidata à presidência da República em 200. Em duas pesquisas de intenção de votos divulgadas hoje ela está em segundo lugar, empatada com o candidato do PPS, Ciro Gomes.Ela disse ainda ao senador que deseja conhecer mais detalhes da estratégia que preparada pela legenda sobre uma possível candidatura dela. Roseana fez algumas ponderações ao presidente do PFL e questionou a "conveniência política" de uma agenda de campanha em meio a uma crise internacional. "É um momento de reflexão e prudência", afirmou a governadora.Roseana disse que ainda é cedo para lançamento de candidaturas. Segundo ela, os números das pesquisas representam o reconhecimento ao trabalho que desenvolve no Maranhão. "Minha preocupação atual é reverter os indicadores sociais do meu Estado." A governadora maranhense argumentou que o resultado das pesquisas é uma demonstração de apoio ao papel que as mulheres desempenham na política. Superexposição na mídia de candidatos, segundo ela, não se sustenta, se não houver trabalho e responsabilidade.Os partidos da base governista, de acordo com Roseana, ainda não têm posições fechadas com relação à sucessão do presidente Fernando Henrique Cardoso. "O PFL quer as prévias; o PMDB defende candidato próprio; e o PSDB quer ser cabeça de chapa", afirmou. Roseana avaliou que, por enquanto, todas as posições são de líderes políticos e não das legendas. "São definições isoladas", acredita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.