Roriz usa imagens de Dilma no programa eleitoral no DF

Vídeo intitulado 'PT, obrigado pelo reconhecimento' afirma que partido homenageia ex-governador do DF

Carol Pires/BRASÍLIA, Estadão.com.br

24 de agosto de 2010 | 21h06

O PT estuda levar Joaquim Roriz (PSC) à Justiça Eleitoral por uso indevido das imagens do programa eleitoral de Dilma Rousseff. Candidato ao governo do Distrito Federal,  Roriz mesclou, no seu programa eleitoral, imagens de Dilma andando por Brasília exibidas em seu programa eleitoral, com mensagens sobre as obras realizadas por ele nos quatro mandatos que foi governador. 

 

Assista ao vídeo abaixo:

 

O vídeo de Roriz abre com a legenda: "Programa do PT homenageia Roriz". Depois, Dilma aparece dentro de um carro, passando pela ponte JK, que liga o plano piloto ao Lago Sul. “Roriz construiu a ponte JK. Reconhecida como a mais bonita do mundo”, diz a legenda. Em outra cena, Dilma brinca na orla do Lago Paranoá com um cachorro. Novamente a imagem é cortada para uma mensagem da campanha local: “Roriz despoluiu o Lago Paranoá. Transformando-o em um lugar de lazer e diversão”. 

 

A peça termina com uma mensagem do candidato: “PT, obrigado pelo reconhecimento” - que é também o título do vídeo. 

 

Apesar de o PSC estar coligado à campanha de Dilma em âmbito nacional, Roriz concorre ao governo do Distrito Federal contra Agnello Queiroz, do PT. Roriz e o PT são adversários históricos na cidade, que sempre, em época de eleição, fica dividida entre os “azuis”, cor do PMDB (ex-partido de Roriz e hoje aliado ao PT) e os “vermelhos”. 

 

Além disso, nem todo o PSC está ligado a Dilma. O próprio Roriz fechou acordo para apoiar o adversário dele, o candidato do PSDB, José Serra. Os candidatos ao Senado na coligação de Joaquim Roriz, inclusive, são do PSDB (Maria de Lurdes Abadia), e do DEM (Alberto Fraga). 

 

No início da tarde, Dilma Rousseff comentou o uso das imagens dela na campanha adversária. “Pois é, gente. Aí é que tá, né? O governador Roriz integra a base de meu adversário, não a minha”. 

 

Paulo Fona, coordenador de comunicação da campanha de Roriz, confirma a intenção de ironizar os petistas locais com o vídeo, mas argumenta que o uso das imagens de Dilma na campanha do PSC-DF é respaldado pela aliança nacional.   "Em carta a todos os candidatos o presidente do PSC lembrou que a coligação nacional está com o PT, e que apesar das dificuldades em algum estados, que usassem imagens da Dilma sempre que possível", disse Fona. "A propaganda ironiza o PT local, mas tem respaldo na decisão do PSC nacional".  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.