Roriz: 'Ficha Limpa foi feita para me prejudicar'

O ex-governador do Distrito Federal (DF), Joaquim Roriz, disse hoje que a Lei da Ficha Limpa foi feita com o intuito de prejudicá-lo. Ontem, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a lei vigora este ano para o candidato que renunciou ao mandato para fugir da cassação. "O que eu entendo é que essa lei foi feita única e exclusivamente para atingir Roriz", afirmou o ex-governador, que participou de carreata em Riacho Fundo II, cidade satélite do DF.

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

28 de outubro de 2010 | 14h02

Questionado sobre os impedimentos para as próximas eleições, Roriz respondeu: "Vai ter outra (lei) revogando". A nove dias do primeiro turno Roriz trocou a cabeça de chapa para o governo do DF pela mulher dele, Weslian Roriz, que disputa agora o segundo turno com o candidato do PT, Agnelo Queiroz. Na carreta de hoje Weslian não compareceu, porque estava gravando para o programa eleitoral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.