Roriz deve escapar da cassação, esperam correligionários

Apesar da decisão do Tribunal Superior Eleitoral de cassar os mandatos da deputada Janete Capiberibe e do senador João Capiberibe, ambos do PSB do Amapá, dirigentes nacionais do PMDB dizem estar tranquilos em relação ao julgamento, hoje, do processo de cassação do mandato do governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, também acusado de corrupção eleitoral. Tanto dirigentes mais ligados a Roriz, quanto outros membros da direção que não são tão próximos do governador, afirmam ter recebido informações de que o TSE deve ser favorável ao governador, porque a denúncia foi montada exclusivamente por adversários políticos, sem testemunhas que deponham contra ele no processo.No processo de João e Janete Capiberibe, que tiveram seus mandatos cassados ontem à noite, pelo TSE, houve duas testemunhas que afirmaram ter vendido seus votos por R$ 26,00 cada um.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.