Romaria de 103 anos pedirá bênçãos para o novo governo

Pelo menos cinco mil fiéis vão pedir as bênçãos de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil, para os novos governantes durante a tradicional Romaria de Aparecidinha, que será realizada no dia 1.º, em Sorocaba. O evento acontece todo dia 1º de ano desde 1900.Os romeiros vão caminhar cerca de 15 quilômetros levando um andor com a imagem da santa do santuário do bairro de Aparecidinha, na zona rural do município, para a catedral de Sorocaba. A caminhada será precedida de uma noite de vigília e orações. "Vamos pedir à Nossa Senhora que ilumine o nosso novo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus ministros, para que ajudem o povo carente", disse o padre Rubens da Silva Dalmazo, pároco do bairro.Segundo ele, vigílias semelhantes foram realizadas quando tomava posse o presidente Fernando Henrique Cardoso. Os fiéis rezarão também pela paz no mundo. A saída da romaria, prevista para as 6 horas, ocorrerá após uma missa campal, celebrada pelo arcebispo de Sorocaba, dom José Lambert Filho. A caminhada deve durar cerca de 4 horas. A imagem fará uma parada na Santa Casa local para a bênção dos enfermos. A santa será recebida na catedral, no centro de Sorocaba, com queima de fogos e outro missa, celebrada pelo padre Tadeu Rocha Moraes. O retorno da imagem ao santuário acontece no primeiro domingo de julho, em outra romaria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.