Rodrigues promete reforma agrária dentro da lei

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse há pouco, em discurso durante a abertura da Expozebu, que o governo brasileiro continua no propósito de realizar uma reforma agrária "moderna e dentro da lei". Rodrigues respondia ao pronunciamento do presidente da ABCZ, José Olavo Borges Mendes, que cobrou uma atitude do governo federal em relação às invasões de terra que, segundo ele, nos últimos dez anos só vêm se agravando.Durante seu discurso, Rodrigues disse ainda que, mesmo com o crescimento espetacular da pecuária brasileira, dentro de 15 anos haverá a incorporação de 30 milhões de hectares de pastagens ao plantio. O ministro ressaltou que alguns fatores ainda atrapalham o desenvolvimento do agronegócio no País, incluindo logística, infra-estrutura e abertura de novos mercados. No entanto, segundo ele, depois de um longo período sem investimento já foram anunciados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva a recuperação de 7.500 quilômetros de rodovias nas áreas onde existem os principais gargalos para escoamento da safra. Rodrigues informou também que o ministério pretende ampliar de 5% para 10% o volume de armazenagem nas propriedades rurais nos próximos cinco anos. Quanto à abertura de mercados, ele citou a pré-vitória do Brasil junto à OMC no painel contra o subsídios concedidos pelos Estados Unidos à produção de algodão. "Essa é uma longa estrada que cria um novo paradigma nas discussões para abertura de novos mercados", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.