‘Rodrigo não deve assumir por enquanto’

Pai do presidente da Câmara diz que, 'por enquanto', não vê possibilidade de afastamento do presidente Michel Temer

Entrevista com

Cesar Maia

Valmar Hupsel Filho , O Estado de S.Paulo

16 de julho de 2017 | 05h00

Pai e principal conselheiro do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o vereador pelo Rio de Janeiro Cesar Maia (DEM) disse ao Estado, por e-mail, que “por enquanto” não vê possibilidade de afastamento do presidente Michel Temer do cargo, mas considera a possibilidade se o peemedebista for alvo de uma segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República. Cesar está em viagem ao exterior.

Qual é a opinião do sr. a respeito da denúncia contra o presidente Michel Temer?

Essa que foi apresentada e é debatida na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) não tem fundamento.

A Câmara deveria autorizar a abertura da investigação?

Em relação a essa certamente não.

Como o sr. vê a possibilidade de o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, assumir a presidência da República em um eventual afastamento de Michel Temer?

Por enquanto não creio que isso ocorra.

Em caso de afastamento de Temer, o sr. acha que Maia deveria concorrer à Presidência?

Por enquanto não há razão para isso.

De que forma Maia deve estar preparado para assumir a Presidência da República em um eventual afastamento do presidente Michel Temer?

Não creio que isso ocorra com a denúncia apresentada.

Essa situação mudaria se a PGR oferecer uma segunda denúncia contra Temer, como parece que vai acontecer?

Depende das provas que virão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.