Roberto Jefferson sugere Dilma como candidata em 2010

'PT sem Dilma e o Lula é um porre com ressaca de quinze dias', diz o presidente do PTB, em Executiva Nacional

João Domingos, do Estadão

28 de novembro de 2007 | 17h04

O presidente nacional do PTB, deputado cassado Roberto Jefferson, disse nesta quarta-feira, 28,  que seu partido poderá apoiar um candidato do PT à presidência da República em 2010 desde que não seja aliado do ex-ministro José Dirceu. Jefferson sugeriu a indicação da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, para disputar a sucessão presidencial. "A Dilma é um avião. Moralizou a casa civil. Limpou a sacristia que pecava na ante-sala do altar. Dilma é um nomaço. O PT sem a Dilma e o Lula é um porre com ressaca de quinze dias", afirmou Jefferson na reunião que a Executiva Nacional do seu partido realiza nesta quarta-feira, 28, em um hotel de Brasília.  Os dirigentes do partido aprovaram decisão de fechar questão contra eventual proposta de alteração na lei eleitoral para que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva possa concorrer a um terceiro mandato.  O partido aprovou também diretriz contrária à prorrogação da vigência da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), mas autorizou seus senadores - que já se desligaram do Bloco da maioria governista - a votarem como quiserem quando a emenda constitucional sobre o assunto for apreciada no plenário do Senado. Na semana passada, por decisão unânime, a bancada do senado do PTB abandonou o bloco governista. Na semana passada, por decisão unânime, a bancada do senado do PTB abandonou o bloco governista.A gota d'água para o rompimento, segundo alguns senadores, foi o afastamento de Mozarildo Cavalcanti (RR) da Comissão de Constituição e Justiça que examinou a questão da CPMF. Mozarildo tinha se declarado contra a prorrogação do imposto e foi substituido pela petista Ideli Salvati (SC).    

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.