Roberto Freire diz que Lula antecipou campanha eleitoral

Durante o XVI Congresso Estadual do PPS-SP, o presidente do partido, Roberto Freire, acusou o governo Lula de antecipar a campanha eleitoral à presidência da República. "O grande responsável é o presidente Lula que desrespeitou a legislação iniciando campanha já há algum tempo". Para Freire "há dois grandes nomes no PSDB neste momento: Serra e Aécio". O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), também presente, destacou que os democratas estão junto com o PSDB, PPS e PV. "Já temos uma definição de caminharmos juntos sob o comando do governador Serra. A partir de janeiro vamos discutir os nomes dos candidatos com a liderança do governador", salientou.

ROSE MARY DE SOUZA, Agencia Estado

27 de junho de 2009 | 17h34

O próprio governador Serra, o convidado mais aguardado do evento, fez seu pronunciamento fechando o encontro, na quadra de esportes do Jaguar Tênis Clube que estava repleta de faixas de boas vindas e saudações ao governador paulista. Bem humorado, Serra destacou o que considera os pontos fortes no seu governo e repetiu basicamente o que foi veiculado no ultimo horário gratuito do PSDB na TV. "O seguro-desemprego é criação minha. Lá no Poupatempo, de maio do ano passado até agora, cresceu em 28% o número de pedidos de seguro-desemprego", disse. Sem entrar em críticas diretas contra a administração petista, Serra lembrou que o governo de FHC fez "vários assentamentos da Reforma Agrária e até hoje vemos que isso não evoluiu".

Tudo o que sabemos sobre:
congressoppscríticas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.