Rita Camata quer liderar PMDB na Câmara

A deputada Rita Camata (PMDB-ES) disse hoje que vai disputar a liderança do partido com o atual líder, Geddel Vieira Lima, na próxima quarta-feira, para que haja uma "redemocratização das decisões" e "oxigenação do partido". Ela disse que, caso seja eleita pela bancada, não irá se desviar dos compromissos assumidos pelo partido junto ao governo, como integrante de sua base de sustentação.Ela disse que pretende fazer com que as propostas do governo sejam mais debatidas e aperfeiçoadas no Congresso. Para a deputada, o PMDB saiu fortalecido no processo de sucessão das duas casas do Congresso, mas observou que a falta de rotatividade na liderança é ruim para o partido, porque impede uma interlocução entre as bases e a cúpula do PMDB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.