Riqueza do subsolo ajudou a fermentar polêmica e boatos

A área da Raposa Serra do Sol, maior que a do município de São Paulo, fica na fronteira com a Guiana e a Venezuela. Seu subsolo é rico em minérios, como nióbio e cassiterita, o que ajudou a fermentar a polêmica em torno da demarcação. Falou-se em ameaça à segurança nacional e interferência de grupos estrangeiros interessados na exploração mineral.De acordo com e-mail que circulou durante os debates sobre a demarcação, é mais comum encontrar pessoas falando inglês na região do que português - o que não é verdade. O Estado apurou que o autor do e-mail varia de uma correspondência para outra e endereços citados são falsos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.